0107Últimas Notícias

Prefeitura de Catu cria comitê gestor para enfrentar Covid-19

O prefeito Gera Requião publicou um decreto de nº 319 no Diário Oficial do Município criando o “Comitê Gestor de Crise – COVID-19”, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, para monitoramento da emergência em saúde pública de que trata o Decreto nº 300/2020. Na prática, a medida amplia as ações de prevenção e combate ao novo coronavírus.

Na tarde de segunda-feira (6), a Prefeitura informou 1 caso confirmado da doença. Em vídeo postado em rede social, o prefeito informou sobre a situação.  Até o momento não existe situação de contágio comunitário na cidade e as medidas são de caráter preventivo.

“O decreto e o Comitê são partes de um conjunto de ações para resguardar a saúde pública”, afirmou o prefeito.

O Comitê é formado por representantes dos poderes executivo, legislativo e judiciário, além da sociedade civil, a saber: Secretarias: Saúde – que presidirá o Comitê; Planejamento e Administração; Fazenda; Desenvolvimento Social e Direitos Humanos; Juventude Esporte e Lazer; Agricultura, Industria e Comércio; Educação e Cultura; Infraestrutura e Meio Ambiente; Serviços Públicos; Gabinete do Prefeito; Departamento de Comunicação; Procuradoria Geral do Município; Promotoria de Justiça; Poder Judiciário; Comandante ou Sub-comandante da 95º Companhia Independente da Polícia Militar; Câmara Municipal de Vereadores; Delegado da Polícia Civil; Câmara de Dirigentes Lojistas de Catu; Sindicato dos comerciários; Conselho Municipal de Saúde.

Especialistas e representantes de outros órgãos, públicos ou particulares, poderão ser chamados a participar das reuniões para contribuir com informações úteis ao enfrentamento do vírus.

ATIVIDADES SUSPENSAS

  • Suspensão das aulas da rede pública e privada;
  • Suspensão do transporte intermunicipal;
  • Fechamento do Terminal Rodoviário;
  • Fechamento de estabelecimentos comerciais: academias, bares, restaurantes, lanchonetes, igrejas, clubes sociais e similares;
  • Suspensão de feiras livres sextas e sábados;
  • Suspensão de eventos sociais públicos e privados.
  • OUTRAS ATIVIDADES

    • Elaboração do Plano de contingência ao combate do Covid-19;
    • Suspensão de atendimento ambulatorial de especialidades e cirurgias eletivas;
    • Funcionamento das unidades de saúde com atendimento prioritário de: pré-natal, planejamento familiar, vacinação, pacientes com sintomatologia respiratória;
    • Barreiras sanitárias com aferição de temperatura, orientações socioeducativas com distribuição de folders;
    • Acompanhamento e monitoramento de casos suspeitos (através de visitas domiciliares e contato telefônico);
    • Implantação da Central de Atendimento Covid 19;
    • Desinfecção das vias públicas, estabelecimentos de saúde pública, terminais e afins;
    • Reuniões com estabelecimentos de saúde da rede privada com orientações de funcionamento;
    • Núcleo de Comunicação Covid-19 para transmitir informações e elaborar estratégias de divulgações;
    • Elaboração de Campanhas socioeducativas de enfrentamento ao Covid-19;
    • Boletins epidemiológicos municipais disponibilizados a população diariamente;
    • Capacitação com fisioterapeutas da rede em ventilação mecânica;
    • Distribuição dos Kits Auxílio Alimentação (cestas básicas) e Kits de Higiene para famílias em vulnerabilidade social;
    • Linha do Autocuidado mediante ramal telefônico;
    • Controle Sanitário Integrado (Secretarias: Infraestrurura – Defesa Civil, Meio Ambiente; Saúde – Vigilância Sanitária; Serviços Públicos – CMTT; Juventude, Esportes e Lazer), para garantir o cumprimento aos decretos municipais;
    • Aquisição de EPI’s para profissionais de saúde da rede municipal;
    • Planejamento estratégico diário em parceria com o Núcleo Regional de Saúde;
    • Adaptação de uma ambulância básica para uma unidade avançada de transporte sanitário;
    • Estruturação de Pronto Atendimento para pacientes suspeitos e/ou confirmados de Covid-19;
    • Organização do Hospital Municipal para atender a demanda da população ampliando a qualidade e segurança dos serviços tanto para os pacientes como para os profissionais;
    • Condições de funcionamento para agências bancárias, casas lotéricas, correspondentes bancários e cooperativas de crédito.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo