010209Últimas Notícias

Revoltado, comerciante catuense desabafa ao vivo: “falta coragem ao novo gestor, ele não pode ir de encontro a quem gera emprego e renda”

O comerciante Edigar Santos (proprietário do estacionamento Estacione Aqui) esteve hoje, 09, na redação do site Catu Notícias onde solicitou espaço, no jornalismo ao vivo do site, para fazer as suas reclamações ao poder público. Na oportunidade, o comerciante se queixou das barreiras colocadas no comércio – a qual ele as denominou de curral. Segundo Edigar, a gestão está prejudicando todo o comércio com a colocação das barreiras sanitárias. “Eu participei de todas as reuniões que esse gestor fez com os comerciantes antes das eleições onde ele dizia que faltava era coragem pra outra gestão. Esse gestor criticava duramente a colocação dessas barreiras e agora eles vêm e colocam novamente prejudicando àqueles que geram emprego e renda. O senhor gestor não pode ir de encontro a quem gera emprego e renda e eu só estou falando aqui  sozinho porque os outros comerciantes se acovardam, pois levantam bandeiras políticas”. “Esse gestor fecha o comércio com essas barreiras pra dizer que está trabalhando, mas não tem coragem de organizar, se quer, o trânsito da cidade”, disse o comerciante.

Edigar disse ainda que a gestão atual desmoralizou a CMTT e que ninguém mais respeita o órgão no município. “Eu vejo um gestor perdido e sem pulso, ele retirou toda a autonomia do órgão, ninguém mais respeita. Vemos o tempo todo condutores parando os seus veículos em luares proibidos, tanto no comércio como na prefeitura e em frente ao CMTT e eles fazem isso na cara dos agentes da CMTT”. “A viatura também sumiu e os agentes estão a pé, ninguém mais respeita, tiraram toda a força do órgão de trânsito”.

O comerciante finalizou dizendo: “minha queixa não é de caráter político e nem estou pedindo emprego ao gestor, diferente de outros que vimos por ai. A minha nota pra esse gestor é zero. O gestor nem se quer tem coragem de vir ao Catu Notícias pra dar satisfação ao povo. Ele foi eleito pelo povo e deve dar satisfação ao povo”, concluiu.

O Catu Notícias entrou em contato com o coordenador da CMTT, Carlos Eduardo, e o mesmo informou que a viatura que estava em uso da CMTT era alugada e que o contrato expirou e, por isso, a viatura não estar mais à disposição. O coordenador informou também que a gestão atual já comprou um novo veículo e que logo estará à disposição da CMTT. O Catu Notícias convidou o coordenador para uma entrevista no Catu Notícias nesta quarta-feira, 09, onde na oportunidade poderá esclarecer outras questões levantadas.

Assista a baixo o desabafo do comerciante:

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo